Simplesmente amor

‘Simplesmente amor”, vejam só vocês que incrível, é um filme de amor, mas amor em todas as suas formas, ou em quase todas. O filme não narra apenas uma história de amor, muito pelo contrário. Várias são as personagens e várias são as histórias, de maneira que se torna quase impossível não se identificar com, pelo menos, uma história contada. E, não só no papel de quem é traído, de quem é rejeitado, mas também como aquele que rejeita ou trai.

A palavra-chave de “Simplesmente amor” é  delicadeza. Delicadeza ao contar as histórias e na trilha sonora que é quase 50% do filme na minha opinião.A minha história preferida é a do Mark e ninguém vai ficar admirado se eu, manteiga derretida que sou, disser que essa é a mais bonita e que me faz chorar. Outras também me emocionam, mas nenhuma como essa.

Embora seja ambientado no natal é um filme para o ano todo. É para ser assistido em várias ocasiões, vejam: com sua namorada (namorado, ou par romântico de sua preferência) naquele friozinho de julho quando você não quer pôr um dedo fora de casa, com seu melhor amigo, com a sua mãe, com os irmão, com a família toda, só com o cachorro, e até acompanhado de um pote de Häagen-Dazs (o sabor fica ao seu critério) para aqueles dias em que se perdeu a fé no amor e no mundo.

Se você já assistiu esse filme sabe bem do que estou falando, se ainda não assistiu eu sugiro que se dê esse presente hoje. Ah, vale lembrar que naquelas bacias das Americanas ele pode ser encontrado  por módicos R$12,99. : )

Nome original: Love Actually.
Ano/País:2003,Inglaterra.
Diretor: Richard Curtis.
Duração: 134 min.
Roteiro: Richard Curtis.
Premiações: Ganhou o BAFTA de Melhor Ator Coadjuvante (Bill Nighy) e foi ainda indicado em outras 2 categorias: Melhor Filme Britânico e Melhor Atriz Coadjuvante (Emma Thompson). Além deduas indicações ao Globo de Ouro, nas categorias de Melhor Filme – Comédia/Musical e Melhor Roteiro e uma indicação ao European Film Awards de Melhor Ator – Júri Popular Hugh Grant).

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Cinema

Uma resposta para “Simplesmente amor

  1. Simplesmente amor é o filme mais tocante que já assisti em toda a minha vida…coincidentemente, a historia que vc mais gosta também é a minha preferida. Mas não tem como não se emocionar com as outras tambem….principalmente com o final do filme, que é tão delicado e verdadeiro. As cenas do portão de embarque são lindas e a música final mais ainda …”god only knows what I’d be without you…”
    AIAIAI ja chorei muito ouvindo essa música rs…

    agora deixa eu ir lá assistir simplesmente amor (de novo) rs

    Beijocas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s